quarta-feira, 9 de março de 2011

Campeonato Copa Fé de Futebol

Jundiaí terá, pela primeira vez, uma competição de futebol que reunirá religiões distintas dentro de campo. A 1ª Copa da Fé de Futebol de Campo de Jundiaí tem início no próximo dia 12, com um jogo inaugural entre Igreja Batista Aliança Eterna e Igreja Povo de Deus, no centro esportivo Francisco Dal Santo, na Vila Rami. A competição terá a participação de 17 entidades religiosas.

A ideia de realizar o evento partiu de um funcionário da secretaria de comunicação da Prefeitura de Jundiaí e foi ´comprada´ pela secretaria de educação e esportes do município. "Essa é uma experiência nova em Jundiaí e não tenho conhecimento de ter acontecido um evento do tipo. Já fizemos uma reunião com representantes das 17 equipes e todos se mostraram muito animados", conta o secretario adjunto de esportes Alaércio Borelli.

Diferenças - O intuito da Copa da Fé é promover a paz e dar espaço para a liberdade de crença. O pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, Dirlei Gonçalves, afirma que está é uma oportunidade para unir dogmas diferentes e demonstrar respeito. "Jundiaí está mostrando uma grandeza nesta questão. Para nós, que lutamos por uma liberdade religiosa e de expressão, será uma grande oportunidade unir, de forma pacífica, diferentes religiões", comenta.

"Essa é uma oportunidade de mostrar que não temos nenhum tipo de preconceito em relação a outras religiões", diz Esdras José Savioli, do Espaço Cristão. Segundo ele, o time da comunidade religiosa será montado por pessoas que frequentam o espaço em Jundiaí e Jarinu. "Somos religiosos, mas também gostamos muito de futebol", garante. Por mais que pareça clichê, o esporte realmente tem o poder de unir povos e dar alegria a pessoas sofridas.

No caso de Jundiaí, a Copa da Fé vai integrar as pessoas como prevê a Bíblia Sagrada. "Esta é uma ideia maravilhosa. Jesus Cristo queria a união dos povos. É importante mostrar que vivenciamos e pregamos o amor e o respeito. Tudo isso vem por meio da integração entre as pessoas. Neste momento vale a pena deixar nossas crenças de lado e nos unir pelo esporte", comenta o evangelista da Igreja Bola de Neve, Adriano Carlos Cardoso.

Em campo - O sistema de disputa do campeonato foi definido na última terça-feira, em congresso técnico realizado no Bolão. Na primeira fase, os times jogarão entre si, dentro de seus respectivos grupos, em turno único. Os dois primeiros colocados de cada chave avançam e iniciam a disputa de jogos eliminatórios, até a definição do campeão. Enquanto a bola não rola, as equipes se mobilizam para montar os times e criar os uniformes.

A Igreja Bola de Neve já conta com um uniforme oficial e promete buscar apoio para uma segunda camisa. Os membros da Mesquita Islâmica de Jundiaí também já se movimentam para juntar os atletas e se sentem confiantes em um bom resultado. "Vamos entrar para ser campeão. Nós somos bem unidos e acho que isso vai favorecer a nossa equipe. Teremos muitos brasileiros mulçumanos no nosso time", diz Faouaz Taha.

Também vão participar da 1ª Copa da Fé a Igreja Universal do Reino de Deus, Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Batista Aliança Eterna, Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, União Espírita Fraternidade, Igreja Adventista do 7º Dia, Assembléia de Deus, Igreja Apostólica Vinho Novo e Igreja Renascer.

CÍNTIA FLORES
Fonte: O Galileo

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir